fechar
partilhar
 
fechar
 

AdBlue  

Redução de CO2  

AdBlue é uma solução aquosa de ureia (32,5% de ureia pura, 67,5% de água desmineralizada) que actua sobre os gases de escape dos motores de veículos pesados como conversor catalítico para reduzir as nocivas emissões de óxido de nitrogénio (NOx) gerados nos processos de combustão.

O AdBlue enquadra-se numa das muitas iniciativas que a Galp tem em curso com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentável do país. Este produto responde às exigências do controlo de qualidade e cumpre as normas comunitárias Euro 4 e Euro 5.

 

Em parceria com a Brenntag, a Galp comercializa e recomenda este produto a nível nacional. 

 

A Brenntag Portugal é a filial portuguesa de Brenntag Holding GmbH, líder europeu em logística de produtos químicos e número 3 nos EUA, que opera desde 1980 na distribuição de produtos químicos das áreas industrial, especialidades e consumo.

Comprometidos activamente na protecção do meio ambiente, estão certificados com a Norma ISSO 9001:2000 por BVQI e desde 2000 aderiram ao compromisso de distribuição responsável, "Responsible Care Program".

 

Segurança na Qualidade e no Fornecimento: com a cooperação entre a Brenntag, o maior distribuidor de produtos químicos do mundo e a Yara, o maior fabricante de AdBlue do mundo, temos assegurada a maior fiabilidade no abastecimento de Air1®  AdBlue. 

Adblue

 




Limites das Emissões de Partículas (PM) e Óxidos de Azoto (NOx)

Para atingir os níveis de PM e NOx exigidos, os principais fabricantes de veículos pesados e seus fornecedores desenvolveram e adotaram a tecnologia SCR-AdBlue (Selective Catalytic Reduction).

 

Esta tecnologia materializa-se num catalisador, no qual ocorrem reações químicas que reduzem seletivamente os gases ambientalmente perigosos NOX a azoto elementar e vapor de água.

 

 

 

 

Formas de apresentação do produto

    • Embalagens de 10 litros;
    • Ibcs de 1000 litros;
    • Granel. 

 

Encomendas:

 

Especificação AdBlue ISO 22241-1

 Designação
 Min.
Max.
Unidade 

 Teor em ureia

31,8

33,2

% (m/m)

 Massa volúmica @ 20ºC 

1087

1093

Kg/m3

 Índice de refração @ 20ºC

1,3814

1,3843

--

 Alcalinidade (expressa em NH3) 

--

 0,2

 % (m/m)

 Biureto

--

0,3

 % (m/m)

 Aldeídos

--

5

 mg/kg

 Matéria insolúvel

--

20

 mg/kg

 Fosfato (PO4)

--

0,5

mg/kg

 Cálcio

--

0,5

mg/kg

 Ferro

--

0,5

 mg/kg

 Cobre

--

0,2

mg/kg

 Zinco

--

0,2

 mg/kg

 Crómio

--

0,2

mg/kg

 Níquel

--

0,2

mg/kg

 Alumínio

--

0,5

 mg/kg

 Magnésio

--

0,5

mg/kg

 Sódio

--

0,5

mg/kg

 Potássio

--

0,5

 mg/kg

Consumo

O consumo do AdBlue é:

  • Euro 4: 4% do consumo de combustível;
  • Euro 5: 5% do consumo de combustível.

 

Qual a redução de consumo de combustível em cada caso?

Difere em função das marcas fabricantes de camiões e dos próprios clientes. Na realidade, o consumo é igual ao Euro 3 ou 2% inferior. Por exemplo, um camião Euro 4 consome 35 l gasóleo/100 kms. O consumo de AdBlue será de 4% x 35 l= 1,4 l/100 kms ou 1,75 l/100 kms para Euro 5.

Guia básico para utilização e conservação do AdBlue

O AdBlue é um produto altamente susceptível a contaminações. A utilização de AdBlue contaminado pode causar danos importantes no sistema de doseamento UDS, podendo vir a implicar a limpeza do sistema, a sua drenagem e possivelmente a sua substituição. O exposto anteriormente aplica-se igualmente ao catalisador do veículo.

 

No mínimo existirá a consequente redução da potência do motor e a elevada emissão de gases não autorizados pelas normas Euro4 e Euro5.

 

As reparações causadas pelo mau uso do AdBlue ou pela sua deficiente utilização, conforme a norma ISO 22241, não estão cobertas pela garantia do veículo.

 

Condições ambientais durante o armazenamento:

Para evitar qualquer alteração na qualidade do AdBlue durante o armazenamento, devem ter-se em conta as seguintes condicionantes:

  • recomenda-se uma temperatura de armazenamento entre os 10 e os 25ºC;
  • a congelação do produto dá-se a partir dos -11,5ºC, sendo que as propriedades do AdBlue não se alteram;
  • a exposição directa à luz solar pode provocar o aparecimento de algas;
  • os contentores deverão estar bem fechados e selados para proteger tanto o contentor como a solução de qualquer agente contaminante;
  • o armazenamento prolongado a uma temperatura superior a 30ºC, provocará hidrólises, o que implicará a formação de amoníaco, aumento da pressão, e redução da vida útil do produto.

 

Vida Útil em armazenamento:

O AdBlue tem uma vida útil de 12 meses, sempre e quando se cumpram as condições óptimas de armazenamento acima recomendadas.

 

Uso de materiais compatíveis com o AdBlue:

Todos os materiais usados para o manuseamento do AdBlue (depósitos, contentores, e bombas de fornecimento, incluindo tubos, válvulas e acessórios para armazenamento) deverão ser compatíveis com o AdBlue e ser exclusivamente dedicados ao AdBlue. A lista de materiais compatíveis está definida na norma ISO 22241/3. Todos os equipamentos que a Galp Energia recomenda e coloca à sua disposição, são compatíveis com o AdBlue.

 

Para o transbordo do AdBlue, a utilização de elementos e equipamentos com materiais não compatíveis ou utilizados anteriormente para manipulação de outros produtos como óleos, gorduras, refrigerantes, pó ou qualquer outro produto químico ou natural, resultarão na contaminação do produto.

 

No caso de cristalização do AdBlue (por exemplo, na boca da bomba) ou no caso de necessidade de enchimento da bomba, somente poderá ser utilizada água destilada. Em nenhum caso se deverá utilizar água da torneira.

Por favor, selecione o canal, tema ou subtema pretendido e pressione "Filtrar" de forma a apresentar as respetivas perguntas frequentes.

Mercado

 
= igual a