Você está aqui: Início > Sustentabilidade > Inovação, Investigação e Tecnologia > Inovação, Investigação e Tecnologia
     
  fechar
partilhar
 
fechar
 

Inovação, Investigação e Tecnologia  
Inovação, Investigação e Tecnologia 

Inovação, Investigação e Tecnologia

Na Galp temos o compromisso de promover a inovação, a investigação e o desenvolvimento tecnológico.

Do ponto de vista tecnológico, a competitividade do nosso sector, em particular no contexto da expansão da nossa Empresa, é cada vez mais exigente.

 

E daí que o nosso enfoque na inovação, na investigação e no desenvolvimento de produção de energia de forma segura, viável e competitiva seja cada vez mais importante.


 

  •  Investimento da ordem dos $100 m, até 2020, em projetos de Investigação & Desenvolvimento (I&D) para as atividades de E&P no Brasil.
  •  Gestão de 20 projetos de I&D no segmento E&P, sete dos quais focados na extração e reutilização de CO2.
  •  Financiamento de cerca de 100 bolsas de mestrado e doutoramento, até 2020.
  •  Incremento da rede de mobilidade elétrica (MOBI-E) com a instalação de 40 novos pontos de carregamento rápido nas áreas de serviço.

 

 

 

Veja o que já fizemos e o que nos propomos a fazer:

 

 

  •  Criámos projetos inovadores com impacto nas nossas operações, nos nossos clientes e parcerias de negócio. 

     -  no segmento R&D (e.g.: projeto Ginseng; TOP REF; eficiência energética nas áreas de service);

     -  no E&P (e.g.: produção de petróleo em reservatórios carbonáticos portadores de fluidos com elevada percentagem de CO2);

     - em clientes: (e.g.: SmartGalp; Galp 20-20-20).

 

  •  Criámos programas de desenvolvimento em I&D em parceria com o sistema científico e tecnológico:

     - ISPG - Instituto do Petróleo e Gás;
 - doutoramento e mestrado em Engenharia de Petróleos (ISPG e Universidade Heriot-Watt);
 - programa de doutoramento empresarial EngIQ;
 -
rede Galp Inovação.

 

  •  Desenvolvemos iniciativas de promoção da mobilidade sustentável. Em 2016, cerca de 20% da energia fornecida pela rede de mobilidade elétrica (MOBI-E) resultou de carregamentos efetuados nas áreas de serviço da Galp.

 

  •  Somos promotores de estudos relevantes acerca das tendências do sector de Oil & Gas (O&G) e indústria automóvel.
  •  Dinamizar projetos de I&D nos eixos estratégicos definidos: eficiência energética, mobilidade sustentável e energias renováveis, em alinhamento com uma estratégia de negócio que crie valor para o acionista e contribua para o bem-estar da sociedade.

 

  •  Desenvolver programas I&D na área de E&P, em áreas de investigação como a captura e reutilização de CO2 e a melhoria da aplicação de tecnologias na área.

 

  •  Desenvolver projetos que promovam a relação da Galp com os sistemas científicos e académico como, por exemplo, através da participação do ISPG.

 

  •  Promover através de iniciativas a mobilidade sustentável.

 

3. Inovação, investigação e desenvolvimento e promoção de tecnologias eficientes

Objetivos Estratégicos > Linhas de Orientação

  • Assegurar que a estratégia de inovação e investigação inclui áreas de atuação relacionadas com as alterações climáticas.
  • A companhar as tecnologias emergentes e compreender o impacto no negócio e nos diferentes mercados.
  • Promover a investigação e maximizar a produção de biocombustíveis.
  • Promover a investigação, desenvolvimento e implementação de serviços e soluções inovadoras, visando a melhoria da eficiência energética nas operações, nos clientes e parceiros.

Medidas

  • Alocar ao plano estratégico de I&D para as atividades de E&P no Brasil um budget específico para o desenvolvimento de projetos relacionados com a eficiência energética e com a mitigação das emissões de gases com efeito de estufa (GEE).
  • Acréscimo anual de 5% de clientes com acesso a ofertas de eficiência energética (green customers) face ao ano anterior.
  • Estabelecer parcerias com a comunidade científica e tecnológica nacional e internacional para a realização de projetos específicos de eficiência energética e mitigação das emissões de GEE, nomeadamente:
    – programa Galp 20-20-20;
    – formação avançada (doutoramentos) aos colaboradores da Galp;
    – em áreas específicas relacionadas com a eficiência energética e mitigação de emissões.
  • Através da implementação do programa Galp 20-20-20, atingir uma redução de 10% a 15% do consumo de energia (relativamente ao baseline antes do projeto).
  • Produzir matérias-primas para biocombustíveis, nomeadamente óleo de palma (Brasil – projeto Belém).
  • Produzir biodiesel:
    – a partir de matérias-primas residuais não-alimentares (Portugal – projeto Enerfuel);
    – de segunda geração através da tecnologia de coprocessamento de óleo vegetal hidrotratado (HVO) (Portugal – Refinaria de Sines).
  • Atingir, em 2020, os 10% de substituição por fontes de energia renovável (FER) nos combustíveis para os transportes rodoviários, garantindo um mínimo de 60% de redução das emissões de GEE no ciclo de vida.
4. Antecipação de tendências e expectativas de stakeholders no âmbito da energia e clima

Objetivos Estratégicos > Linhas de Orientação

  • Assegurar a inclusão do tema “alterações climáticas” no processo de envolvimento e acompanhamento das expectativas dos stakeholders relevantes.
  • Antecipar o impacto das tendências do sector e criar uma participação ativa em processos de decisão política, no âmbito das alterações climáticas.
  • Monitorizar e comunicar a pegada de carbono da Galp e promover a adoção de práticas que minimizem as respetivas emissões.

Medidas

  • Participar em grupos de trabalho e discussão de novas normas/regulamentos/leis para antecipar tendências e assegurar o cumprimento de todas as novas exigências legais [por exemplo, CONCAWE (ADH – Marine Fuels; ADH – Aviation Fuels), Europia, APETRO, Comissão Sectorial de Normalização para GN no sector dos transportes, etc.].
  • Realizar análise de materialidade das categorias a incluir na pegada de carbono (incluindo âmbito 3 – upstream e downstream).


Atualizado em: 01 Jun 2017

Ação Galp Energia

+ informação »

 

Indicadores de Sustentabilidade

 

 

 

Consulte os nossos relatórios

 
= igual a