Você está aqui: Início > Sobre nós > Notícias > Voluntaria do Ambiental com a EPIS e a Galp Voluntária
  • PT
     
  fechar
partilhar
 
fechar
 

Voluntaria do Ambiental com a EPIS e a Galp Voluntária 

  • 29 Mai 2017
  • Fundação Galp Energia
 

Fundação envolve Galp Voluntária na maior ação de limpeza da Tapada Nacional de Mafra

No ano em que se assinalam os 300 anos do Palácio Nacional de Mafra, a Fundação Galp colaborou e convidou a Galp Voluntária a associar-se também à EPIS (Empresários pela Inclusão Social) e a outras instituições para participar na maior ação de limpeza de sempre da Tapada de Mafra, com o objetivo de recuperar o seu ecossistema natural, equivalente ao da época em que o Palácio foi mandado construir por D. Joao V, em 1717.

A Tapada de Mafra possui 800 hectares, onde vivem 500 animais de 60 espécies diferentes, tendo beneficiado com esta ação de limpeza que contou com a participação de um total de 770 voluntários (425 voluntários das empresas e 345 professores e alunos EPIS), empenhados na proteção da natureza e na prevenção contra incêndios.

Com esta ação, registaram-se os seguintes resultados:

  • 20 hectares de mata limpa;
  • 40 toneladas de material lenhoso recolhido;
  • 200 metros de cercas antigas removidas e desmontadas;
  • 500 quilos de fruta distribuída aos javalis e gamos;
  • 1 quilómetro de valas limpas;

Estiveram presentes voluntários de 14 entidades parceiras da EPIS - Ascendum, CTT, Deutsche Bank, EDP, Galp, Liberty Seguros, PWC, REN, Repsol, Santander Totta, Câmara Municipal de Sesimbra, Sapec Agro, Sovena e Grupo Trivalor -, e alunos e professores de escolas EPIS de 8 dos concelhos de Almada, Amadora, Lisboa, Loures, Odivelas, Seixal, Setúbal e Sintra.

“É muito importante que o trabalho da EPIS nas escolas, focado na promoção do sucesso escolar de milhares de alunos, inclua a promoção dos Valores e de uma Cidadania Ativa e Comprometida. Esta ação inédita de voluntariado, na área da sensibilização ambiental e do património natural e edificado, em que quadros de empresas e alunos trabalham juntos para um mesmo objetivo de mérito elevado, é um excelente exemplo das práticas que podemos lançar para que a Educação dos nossos jovens seja cada vez mais integral e humanista”,

referiu o Presidente da Direção da EPIS, Dr. António Vitorino.

« voltar


 
= igual a