Você está aqui: Início > Sobre nós > ... > Origens e história > Origens e história
     
  fechar
partilhar
 
fechar
 

Origens e história 
 

Desde as suas origens, a história da Galp cobre três séculos e está amplamente associada à evolução industrial do país. Conhecer a história da Galp é entender melhor o desenvolvimento recente da economia portuguesa

A Galp é um grupo empresarial único em Portugal. As empresas que hoje a integram contribuíram, com a criação e o desenvolvimento de novas oportunidades, para o posicionamento atual da Galp como operador integrado multi-energia. A diversificação da sua carteira de negócios reflete as várias competências que desenvolveu ao longo do tempo.

 

A génese da Galp, na altura sob outra designação, remonta ao século XIX. Em 1846, Lisboa começa a ser iluminada com os primeiros candeeiros a gás. Da iluminação a gás, ao petróleo e ao gás natural, passaram-se anos de evolução técnica, económica e social. Ao ritmo do aparecimento destas novas fontes de energia surgem várias empresas - a CRGE, a Sonap, a Sacor, a Cidla, a SPP e a Petrosul - que traçam os destinos do setor energético em Portugal e darão mais tarde origem à Galp.

 

A Galp foi constituída em 22 de abril de 1999 com o nome de GALP – Petróleos e Gás de Portugal, SGPS, S. A. e com o objetivo de explorar os negócios do petróleo e do gás natural na sequência da reestruturação do setor energético em Portugal. A Galp agrupou a Petrogal, a única empresa refinadora e a principal distribuidora de produtos petrolíferos em Portugal, e a Gás de Portugal (GDP), empresa importadora, transportadora e distribuidora de gás natural em Portugal.

Grandes etapas da história da Galp

Primeira refinaria em PortugalPrimeira refinaria em Portugal

Em 1940, é inaugurada pela SACOR em Cabo Ruivo a primeira refinaria portuguesa, com capacidade para abastecer 50% do mercado através da produção de cerca de 300 kt/ano. Com o lançamento do projeto do Complexo Industrial de Sines em 1971, é adjudicada ao grupo SONAP-CUF (Petrosul) a construção duma refinaria e duma fábrica de petroquímica de olefinas. 

 

 

Entrada no negócio de Exploração & Produção

Em 1977, a Petrogal cria a direção de pesquisa e produção com o objetivo de participar nas concessões de áreas onshore em Portugal e de fazer o levantamento de oportunidades na pesquisa petrolífera em Angola.

 

  

   

Criação da marca GalpCriação da marca Galp

Em 1976, a Petrogal inicia os estudos para a definição da marca e do símbolo da Empresa. A denominação comercial Galp é escolhida e o símbolo 'G' é lançado em 1978.

 

 

 

 

Criação do mercado do gás natural em Portugal

Em 1989, no âmbito da redefinição da política energética nacional, é criada a GDP  Gás de Portugal, S. A. com a missão de fornecer gás natural ao país. A execução do projeto do gás natural inicia-se em 1994 com a construção da rede principal do gasoduto de alta pressão entre Setúbal e Braga, numa extensão de 350 km.

 

 


Galp EnergiaConstituição da empresa Galp

Em 1999, é constituída a Galp Energia, totalmente detida pelo Estado português, que agrega os negócios da Petrogal e da GDP e é o veículo de reestruturação dos setores do petróleo e do gás natural em Portugal. No mesmo ano, inicia-se a privatização da Galp através de um aumento de capital subscrito pela Petrocontrol, EDP, Caixa Geral de Depósitos, Portgás e Setgás.   

 

 

A maior descoberta de petróleo dos últimos 30 anosMaior descoberta de petróleo dos últimos 40 anos

Em 2007, confirma-se que os volumes recuperáveis da descoberta Tupi, no bloco BM-S-11 na Bacia de Santos, no Brasil, poderão situar-se entre os 5 e os 8 bnboe de petróleo e gás natural, constituindo assim uma das maiores descobertas dos últimos 30 anos. 

 

  

 

 

Início da produção comercial no Lula/Iracema

Em dezembro de 2010, o consórcio entregou a Declaração de Comercialidade das acumulações de petróleo de Lula e Iracema. Os volumes recuperáveis totais destes campos totalizam 8,3 bnboe. O desenvolvimento da área de Lula/Iracema será executado de acordo com as melhores práticas, cumprindo rigorosamente as regulações aplicáveis dos planos da segurança operacional e do ambiente.
 

Acerca deste conteúdo recomendamos que consulte:



Atualizado em: 27 Mar 2017

Ação Galp Energia

+ informação »
 
= igual a