Você está aqui: Início > Investidor > Comunicados > Galp Energia - Capital Markets Day 2013
     
fechar
partilhar
 
fechar
 

Galp Energia - Capital Markets Day 2013 

  • 05 Mar 2013
  • Resultados e informação financeira
 

Galp Energia - Capital Markets Day 2013
“Um operador integrado de energia focado na exploração e produção”

A Galp Energia apresenta hoje em Londres, no âmbito do seu Capital Markets Day 2013, os vetores estratégicos e financeiros da Empresa, bem como informação relevante sobre o seu portefólio de projetos de exploração e produção.

A informação material que será divulgada hoje naquele evento, encontra-se sumarizada como se segue:

  • Recursos de exploração (mean estimate unrisked) aumentaram 14% em 2012 para os 3.203 Mboe, na sequência das recentes aquisições de áreas de exploração, nomeadamente em Marrocos e Namíbia;
  • Recursos contingentes 3C apresentaram um crescimento de 21% em 2012, para os 3.245 Mboe, suportado principalmente pelas atividades de exploração realizadas durante o ano de 2012 em Moçambique e pelas atividades de avaliação no Brasil;
  • Reservas 3P aumentaram 10% em 2012, para os 783 Mboe, sustentadas por atividades de avaliação e desenvolvimento realizadas no campo Lula/Iracema no pré-sal da bacia de Santos, no Brasil;
  • A estratégia de exploração prevê a constituição de um portefólio sustentável, compreendendo um programa de perfuração alinhado com o objetivo da Galp Energia de perfurar sete a dez poços de alto impacto por ano, com o objetivo de descobrir 100 a 200 Mboe por ano, contribuindo assim para a sustentabilidade da produção em 300 mboepd após 2020;
  • Em 2013, o programa de perfuração prevê a realização de até 10 poços relevantes, de forma a fazer o de-risk de 300 Mboe (líquido para a Galp Energia), nomeadamente no Brasil, em Moçambique e na Namíbia;
  • O objetivo da Galp Energia de produzir 300 mboepd, em 2020, está a prosseguir a bom ritmo e será concretizado através de projetos já identificados;
  • O projeto Lula/Iracema está a progredir de acordo com o planeado, sendo que a próxima FPSO, Cidade de Paraty irá iniciar operações em maio, sendo expectável que atinja a sua capacidade máxima de produção em 18 meses, prevendo-se  que este período diminua para as unidades de produção futuras;
  • Aumento do fator de recuperação dos recursos da área Lula/Iracema para 28%, face aos 23% estimados na data da emissão da Declaração de Comercialidade, em dezembro de 2010;
  • O investimento deverá situar-se entre os €1,4 mil milhões e os €1,6 mil milhões por ano, sendo alocado essencialmente ao negócio de Exploração & Produção, nomeadamente ao desenvolvimento das áreas Carcará, Júpiter e Iara, no Brasil, ao desenvolvimento do projeto de GNL em Moçambique e do Bloco 32 em Angola. Em 2013, o investimento deverá situar-se entre €1,2 mil milhões e €1,4 mil milhões;
  • Durante o período de 2012-2017, prevê-se que o crescimento médio anual (CAGR) do Ebitda ultrapasse os 25%, com o negócio de E&P a representar cerca de 70% do total do Ebitda em 2017. Em 2013, o Ebitda deverá situar-se entre os €1,1 mil milhões e os €1,3 mil milhões; 
  • A Galp Energia mantém o compromisso com uma estrutura de capital sólida, sendo que o rácio de dívida líquida/Ebitda aumentará até cerca de 2x, descendo rapidamente de 2016 em diante;
  • Pagamento de um dividendo de €0,24 por ação, relativo ao exercício de 2012, em linha com a política de dividendos da Empresa.

 

As apresentações têm início previsto às 9h00 e deverão terminar às 12h30. Para aceder ao webcast em direto deste evento, clique aqui.

As apresentações vão ser disponibilizadas no website da Galp Energia ao longo da manhã, após a intervenção de cada orador. Para aceder às apresentações, clique aqui.

Fonte: Galp Energia, SGPS, S.A.

« voltar


Ação Galp Energia

+ informação »
  Atualizações RSS subscrever »
  Alertas Email subscrever »
  Newsletter subscrever »
 
= igual a