Você está aqui: Início > Questões Frequentes > Como se forma o preço dos combustíveis em Portugal? De que fatores depende?
  • PT
     
  fechar
partilhar
 
fechar
 
Como se forma o preço dos combustíveis em Portugal? De que fatores depende? 

O preço da gasolina e do gasóleo em Portugal depende, essencialmente, de cinco variáveis:

 

  • Preço do produto à saída da refinaria, que corresponde às cotações internacionais do respetivo produto;
  • Cotação euro/dólar;
  • Incorporação de biodiesel (no caso do gasóleo);
  • Custo de logística: transporte/armazenamento/distribuição/comercialização (na qual se inclui a margem);
  • Impostos: IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) e ISP (Imposto sobre Produtos Petrolíferos).

 

Na figura seguinte apresentam-se as diferentes componentes do preço da gasolina e do gasóleo em Portugal e respetiva contribuição para o preço final de venda:

 

  

Os preços de venda da gasolina e do gasóleo à saída da refinaria refletem semanalmente a evolução das cotações médias do gasóleo e da gasolina no mercado europeu face à cotação média da semana anterior. Estas cotações dependem mais da procura verificada a cada momento para cada um destes produtos e da oferta disponibilizada pelas refinarias do que das cotações do brent.

 

As cotações são fixadas em dólares, pelo que uma desvalorização da moeda europeia em relação à americana faz com que sejam necessários mais euros para comprar cada litro de combustível. De igual forma, uma valorização do euro pode traduzir-se numa descida de preços na bomba mesmo que, em dólares, a cotação permaneça inalterada.

 

No caso do gasóleo, o preço do produto reflete ainda o preço do biodiesel que é nele obrigatoriamente incorporado, o qual é regulado pelo Estado e fixado mensalmente, traduzindo-se num acréscimo de preço, ao contrário do que acontece em Espanha, onde as empresas que produzem biodiesel concorrem entre si.

 

Ao preço do produto, acrescem os custos de toda a logística necessária para levar o produto da porta da refinaria até às estações de serviço. Esta componente logística compreende os custos de transporte, armazenamento e distribuição, bem como a margem de comercialização. Tudo somado, esta fatia representa 9,7% no gasóleo e 8,4% na gasolina.

 

A maior fatia na constituição do preço dos combustíveis é a carga fiscal (IVA e ISP). Este fator é diferente de país para país e explica, quase na totalidade, a diferença de preço entre Portugal e Espanha. No caso português, a carga fiscal constitui quase metade do preço final do gasóleo e mais de metade do preço da gasolina.

 

44